Bem vindos!

Esse blog tem como objetivo ajudar os alunos da EREM - Nossa Senhora do Perpétuo Socorro em pesquisas e resoluções de exercícios de revisão.
Como não podemos ficar só estudando, tem também diversão inteligente para aliviar a pressão de provas e exercícios.
Assim que puder postarei algo novo e que possa ser utilizado pelos seguidores.

Obs.: Por favor, ao visitar, torne-se um seguidor. Obrigado

sábado, 23 de abril de 2011

A Câmera Fotográfica

Antes da invenção da máquina fotográfica, muitos acontecimentos históricos importantes deixaram de ser registrados, visualmente, porque a única forma de fazer esses registros era com a presença de um artista capaz de pintar com alguma fidelidade  um quadro que representasse aquele momento da história.
 Os quadros, além disso, carregam a imaginação, a visão e a interpretação do pintor, raramente presente no local do fato ocorrido. A pintura é uma obra de arte que reflete a sensibilidade e a inspiração do pintor, já a foto, embora possa ser elemento da interpretação de quem a vê e até mesmo da sensibilidade do fotógrafo, reproduz a cena mostrando mais fielmente a imagem do ocorrido.
            A fotografia não tem um único inventor, ela surgiu ao longo de vários anos, e com varias observações.
             A primeira descoberta importante para fotografia foi a “câmara obscura” que consiste em: uma caixa fechada, sendo uma de suas paredes feita de vidro fosco. No centro da parede oposta, há um pequeno orifício. Quando colocamos diante dele, à certa distância, um objeto luminoso ou fortemente iluminado, vemos formar-se sobre o vidro fosco uma imagem invertida desse objeto.. As imagens não eram nítidas, mas era o começo de uma nova era.
            Com o avanço da tecnologia foi possível presenciar a era da “máquina fotográfica”.  Com ela, as fotos eram registradas em uma película fotossensível (filme) e depois passavam pelo processo de revelação e ampliação, um processo bem mais rápido que o da câmara escura, porém não tão rápido quanto à câmera digital, que é o eletroportátil usado nos dias de hoje.
            A câmera digital ao invés de utilizar a película fotossensível para o registro das imagens, ela registra as imagens através de um sensor que, entre outros tipos, pode ser CMOS (semicondutor metal-óxido complementar) ou CCD(dispositivo de carga acoplado) censor para captar imagens, armazenando as imagens em cartões de memória. Esta câmera pode suportar um só ou vários tipos de memória, sendo os mais comuns: Compactflash, Smart media, MMC, Memory stick e SD(os dois mais usados por questão de custo- benefício)  todos esses são cartões de memória com a função de armazenar imagens e vídeos. Estas imagens podem ser visualizadas imediatamente no monitor da própria câmera, podendo ser apagadas caso o resultado não tenha sido satisfatório. 
 
Fonte de pesquisa: http://wikiteca.iesb.br/wikiteca/frmartigo/artigo.php?idartigo=187&rand=7474
  • Para a gravação de vídeos a câmera digital utiliza várias fotografias por segundo, quando essas fotografias são reproduzidas rapidamente temos a "impressão de movimento" o que caracteriza o filme propriamente dito.
  • A revelação de papel fotográfico precisa passar por vários processos químicos em um quarto apropriado, com paredes escuras e luz vermelha, porém, não pense como luz vermelha a ligação com outro lugar, é que essa luz não danifica o filme fotográfico.

Um comentário:

  1. Olá
    Primeiramente gostaria de lhe parabenizar pelo blog.
    Meu nome é Raquel e sou responsável por parcerias de diversos sites e gostaria de lhe convidar para ser nosso parceiro também, possuímos diversos sites relacionados a moda todos com ótimos posicionamento no Google e grande número de acessos onde poderíamos trocar links, um dos nossos sites é esse.
    www.maquina-fotografica.net
    Vamos conversar mais a respeito.
    email: raquelmoreira100@gmail.com
    Msn: raquelmoreira1000@hotmail.com

    ResponderExcluir